Carregando... Veja nossa Política de Privacidade.



Para vários, separe por vírgula


Compre ou alugue os melhores edifícios e condomínios da cidade e região


Unesp

Eufrásia Monteiro Petráglia
Jardim Doutor Antonio Petraglia - Franca

Telefone: (16) 3706-8700

Instituição - Câmpus de Franca

A Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS) da UNESP, campus de Franca, é um pólo de excelência na área das Ciências Humanas e Sociais, no Norte do Estado de São Paulo. Oferece um curso de História atualizado e dinâmico, o único curso gratuito de Serviço Social em todo o Estado, um dos melhores e mais concorridos cursos de Direito do país, além de um curso de Relações Internacionais, criado em 2002. 
A unidade foi criada em 1962, denominada Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Franca, um dos institutos isolados de Ensino Superior do Estado de São Paulo. Em 1968, suas instalações foram transferidas para um dos monumentos históricos mais antigos da cidade, o Colégio Nossa Senhora de Lourdes, tradicional educandário francano, com 110 anos de existência. Em 1976, juntamente com outros institutos isolados, foi incorporada à UNESP.
A FCHS possui 90 professores – a maioria com dedicação integral à docência e à pesquisa – e cerca de 1.900 alunos de graduação e pós-graduação. 
Além das atividades curriculares, a faculdade garante uma boa estrutura para a realização de estágios e fornece uma série de incentivos, como bolsas para atividades científicas, desde a graduação.

ENSINO
O curso de Direito tem se destacado em face de uma visão crítica da realidade e da própria Ciência do Direito. Isso possibilita uma formação não somente técnica, mas também humanista, característica essencial em um mercado cuja oferta de profissionais é crescente. O curso caracteriza-se justamente pelo estudo doutrinário e jurisprudencial, que vinculam o aluno à realidade e o estimulam a participar e a formar opinião crítica e fundamentada sobre os problemas sociais. Na última série, as disciplinas optativas direcionam o aluno para a sua área de interesse, como Direito Privado, Direito e Empresa, Direito, Estado e Sociedade ou Direito e Tutela Jurisdicional. Também ocorre uma formação mais específica para os que almejam as carreiras públicas, como magistratura, promotoria, defensoria e procuradoria. A partir do quarto ano, os estudantes acompanham processos e fazem estágios em Tribunais de Alçada Civil, na Justiça Criminal, na Delegacia do Trabalho ou em escritórios de advocacia de Franca. Entre outras atividades, participam de audiências e redigem petições. 
Por meio do Centro Jurídico-Social, unidade auxiliar, o estudante presta serviços à comunidade carente local, ao mesmo tempo em que integra teoria e prática do Direito.
Da mesma forma, o Laboratório de Medicina Legal complementa as aulas teóricas sobre o tema. Tudo isso é posto em prática nas simulações realizadas na sala do Tribunal do Júri e no cartório anexo do Juizado Especial Cível da Comarca de Franca, onde são realizadas atividades de prática judiciária, penal e civil.
O curso de História oferece aos alunos possibilidades de desenvolvimento na área docente e de pesquisa, com excelente infra-estrutura, notadamente a sua Biblioteca e o Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa Histórica. Confere aos alunos diploma de licenciado e bacharel. Para se aprimorar, os estudantes aprendem técnicas de coleta de dados, visitando instituições da própria cidade, como o Museu Histórico Municipal, o Arquivo Público Municipal, a Câmara dos Vereadores e os cartórios. Os estágios são realizados em escolas de Franca e cidades vizinhas.
O curso de Serviço Social, seguindo o projeto pedagógico implantado em 2000, permite que o aluno estude disciplinas profissionalizantes desde o primeiro ano. Forma assistentes sociais aptos a trabalhar na gestão de políticas sociais públicas, na expressão das questões sociais públicas, na expressão das questões sociais como fome, violência, desestrutura familiar, crianças e adolescentes, presídios, questões de cidadania, educação, saúde, agrárias, associações comunitárias, terceira idade e tantas outras. O trabalho do assistente social é desenvolvido junto a organizações públicas, privadas, em ONGs e integra-se a equipes multidisciplinares. A estrutura da graduação possui três núcleos de fundamentação constitutivos da formação acadêmica e profissional: Fundamentos teórico-metodológicos da vida social, Fundamentos da formação sociohistórica da sociedade brasileira e Fundamentos do trabalho profissional.
O curso de Relações Internacionais privilegia o ensino voltado para a pesquisa e para a negociação na solução de conflitos, particularmente na área política. Para isso, o aluno tem à disposição um Laboratório de Investigação e vários centros e grupos de pesquisa, além de três projetos de destaque: o Observatório de Defesa e Forças Armadas (trabalho conjunto de Brasil, Argentina, Chile, Uruguai e Bolívia), o Observatório de Política Externa Brasileira e o Grupo de Cenários Prospectivos. O curso mantém, ainda, a Orbe, Empresa Júnior de Relações Internacionais.
Finalmente, a FCHS oferece cursos de pós-graduação, em História (área de História e Cultura) e em Serviço Social (área de Serviço Social: Trabalho e Sociedade) e mestrado em Direito (área Direito Obrigacional Público e Privado). Sendo os dois primeiros mestrado e doutorado e o último, mestrado.

PESQUISA
Paralelamente ao ensino, os professores desenvolvem pesquisas, cujos projetos contam com a participação de alunos de graduação e pós-graduação, na grande área das ciências humanas e sociais.
Essas pesquisas têm caráter obrigatório para os docentes e para os alunos de mestrado e doutorado, e facultativo aos alunos de graduação como iniciação científica para, posteriormente, se dedicarem aos estudos pós-graduados.
Para o desenvolvimento dos projetos, contam com o apoio das agências de fomento – Fapesp, Fundunesp, CNPq, Capes, além de órgãos privados. Essas agências têm papel relevante na universidade, haja vista avaliar os projetos propostos e apoiar financeiramente sua execução, quer dando o suporte ao pesquisador para seu desenvolvimento - viagens, estadias, materiais de consumo, serviços, entre outros, bem como suporte de materiais permanentes e equipamentos necessários.
O esforço e excelência dos pesquisadores, aliados ao apoio financeiro, são responsáveis pela extensa produção acadêmica da unidade, que se revela pela publicação de livros, artigos em periódicos, anais, TCCs, dissertações e teses. Salientando-se, também, o parque gráfico do campus responsável pela editoração de livros, revistas, dissertações e teses dos pesquisadores.

EXTENSÃO
A Faculdade de Ciências Humanas e Sociais presta diversos serviços de extensão à comunidade de Franca e aos municípios da região. 
O programa Universidade Aberta à Terceira Idade, conta com a participação de professores e de especialistas em geriatria, oferece à população cursos e atividades artísticas, culturais e esportivas.
O Centro Jurídico-Social, integrado por alunos estagiários dos cursos de Direito e Serviço Social, presta assessoria jurídica à comunidade carente. 
O Centro de Estudos Latino-Americanos (Cela), busca centralizar e divulgar todos os estudos sobre a realidade latino-americana. 
O Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa Histórica reúne documentos produzidos no exercício das atividades essenciais da Universidade e outros materiais relevantes para a preservação da memória da UNESP.
A Ejur – Assessoria & Consultoria Jurídica, empresa júnior criada em 1994, trabalha, com a área jurídica, prestando orientação e consultoria. Formada por estudantes de Direito, mantém parcerias com a Prefeitura Municipal de Franca, além do Procon e do Ministério Público Estadual na preservação de direitos dos consumidores. Desenvolve, também, pesquisas acadêmicas de qualquer ramo do Direito para profissionais e comunidade em geral, bem como projetos na área social.
Conta, além dos programas citados, com: o Juizado Especial Cível, Auxílio-reclusão: atendimento às famílias dos presos da Comarca de Franca, Serviço de Extensão Universitária dos Alunos da Unesp – Cursinho Pré-Vestibular Gratuito, Educação de Jovens e Adultos no Acampamento Mário Lago, Centro Permanente de Cultura, Grupo de Extensão do Cursinho Popular, Trabalho Social com Acampamentos Rurais na Região de Ribeirão Preto, Grupo de Alfabetização Paulo Freire, Programa de Formação Permanente de Funcionários da Unesp, Diplomata Júnior, Grupo de Assessoria em Cooperação Internacional a Localidades (GACIL), Arte Esporte e Cidadania, Projeto Uberaba, PROCAP - Projeto de Capacitação para avaliação Socioeconômica do cursinho popular pré-vestibular Conexão de Ribeirão Preto, Centro de Planejamento e Extensão Universitária em Serviço Social, Universidade Solidária, Comunidade Cidadã, Centro Jurídico Social: Espaço de Formação Profissional.


Ver Imóveis próximos a esta referência:




Favorito
Comparar